dermatologia Dermatologia Clínica

Pitiríase versicolor

A famosa “micose de praia” ou “pano branco”, ao contrário do que se pensa, não é adquirida na praia ou piscina. O fungo causador da doença está todo o tempo na pele de todas as pessoas, sendo capaz de desenvolver a doença em algumas delas.

As áreas de pele mais oleosa, como a face e a porção superior do tronco, são sempre as mais atingidas. Quando uma pessoa com micose se expõe ao sol, a pele contaminada não se bronzeia. O sol na verdade “revela” onde está a doença, pois a pele ao redor das manchas brancas fica bronzeada, e por isso é comum achar que se pegou a doença na praia ou piscina.

Outras doenças de pele, como a pitiríase alba, se assemelham à pitiríase versicolor, por isso é importante consultar um dermatologista.

Tratamento

É feito com medicamentos de uso oral ou local, dependendo do grau de comprometimento da pele, e tem eficácia comprovada. Entretanto, por ser um fungo que habita normalmente a pele, há uma grande chance da micose voltar